• Registrar

SCREEN

Profile

Menu Style

Caminho: Principal Câmara Notícias Câmara abre comissão processante para apurar irregularidades na administração municipal
Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

Câmara abre comissão processante para apurar irregularidades na administração municipal


Dessa vez a comissão tem poder de investigar, julgar e se comprovada as irregularidades, cassar o mandato do Prefeito


Uma reunião em clima de paz. Esse foi o cenário encontrado na noite de terça feira (21) na Câmara de Restinga. População lotou o plenário e até a rua onde um telão foi montado para a transmissão da sessão. 

Por oito votos a um os vereadores votaram a abertura da Comissão Processante para investigar as irregularidades encontradas na prefeitura. As denúncias foram apresentadas pelo PTB e por uma cidadã. Entre as irregularidades está a contratação de empresa e funcionários “fantasmas”, desvio de verbas do FUNDEB, perseguição política entre outras. Apenas o vereador Cleiton Cândido, que é da base de Paulo Pitt, votou contra.

Logo após a votação foram sorteados os vereadores que vão compor a Comissão, entre eles: Moisés Radaeli, Juvêncio Ferreira e Leonardo Cintra. Os membros tem um prazo de 90 dias para investigar as denúncias e apresentar no plenário. Nesse período o prefeito será convocado a apresentar sua defesa. Depois de apreciada será colocado em votação o pedido de cassação do prefeito e da vice.

Na ultima sexta feira (24) a Câmara entregou para o Prefeito e vice as denúncias para que os dois preparem suas defesas e arrolem testemunhas que possam provar que as irregularidades não foram cometidas. O prazo é de dez dias. As “discussões” serão todas realizadas no plenário da Câmara.